sábado, 24 de maio de 2014

Morena, Preta ou Parda?


9 comentários:

  1. Que texto lindo! Sua história é bem parecida com a minha, parece que você estava narrando minha vida, como eu me sentia etc.

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. ok, posso entender tudo isso! Mas se tu tem a pele parda e o cabelo liso e nao tem os tracos de negros, sua mae eh branca e seu pai mulato tu tens que dizer q eh negra por causa da cor da pele? E seu lado branco da sua mae, de olhos azuis ou verdes, que te pariu que te criou, oq tu faz?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nesse caso acho que cabe a pessoa definir como se identifica. Só ela mesmo para saber o que ela é, como ela se sente. Minha esposa não se considera negra, apesar de ter varios traços, mas ela tbm tem muitos traços indigenas, até se sobressaem sobre os traços negros, mesmo sem se considerar india. Tem uma irmã quase loira, outros brancos. Ela não se identifica como de cultura negra, como mulher negra (eu já acho que ela é), por isso, por decisão pessoal dela, ela não se considera negra.

      Mas se quisesse assim se considerar, se consideraria, teria esta liberdade. Assim como a pessoa hipotetica que vc falou.

      Alias, para mim é facil ter um argumento assim, pois sou branco... E vc tbm deve ser. Acredito que simplesmente não temos direito de ficar argumentando. Estamos de fora.


      PS: eu sempre acho que o termo 'moreno' se aplica a pessoas brancas de cabelo preto/castanho. Assim sendo, eu sou moreno. Acho muito estranho uma pessoa negra ser chamada de moreno. Agora a pouco uma pessoa me falou: "ve aquela mulher morena sentada ali? Quer falar com vc", e fiquei procurando uma mulher morena, mas só vi dois velhos, uma mãe branca e sua filha de colo e uma mulher negra. Perguntei: "qual?", e meu interlocutor falou sobre a cor da blusa dela. Só ai entendi que era a mulher negra, e falei isso para meu interlocutor, que se sentiu ENVERGONHADO de ouvir esta palavra. Detalhe: meu interlocutor é loiro, branquissimo, de olhos claros...

      Excluir
  3. Show de bola. Todavia toda essas conquistas se tornam meio frustrantes, quando na criação de uma lei/ou Resolução - CNJ 203/2015 - têm-se denominação cor "Parda" !! Lamentável. Que cor é essa ??

    ResponderExcluir
  4. Me identifiquei demais, nossa! Texto maravilhoso!

    ResponderExcluir
  5. Texto maravilhoso, Sou negra e meu marido branco... nossa filha tem 8 anos e é morena, com os cabelos longos bem cacheados, apos uma reflexao decidi pesquizar de como as pessoas lidam com a miscigenação dos seus e que raca seria determinante a ela, pois sempre disse a ela que assim como eu ela era negra e ela ficou muito triste pois ela teria orgulho de ser linda, bem pretinha como eu... ai, fiquei orgulhosa, pois para mim e simples, é Preto ou branco...lamentável e feio ver que algumas pessoas rejeitam sua cor para nao serem discriminados... 😯

    ResponderExcluir
  6. Nesse sentido, eu sofro bastante, mesmo com descendência afro nunca fui negra de mais pra me considerar negra e tão pouco branca de mais pra me considerar branca... O drama do mestiço de não ter caráter. Bem à lá Macunaíma.

    ResponderExcluir